sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

BENES LEOCÁDIO FAZ CRÍTICAS 

VELADAS A SILVEIRA JÚNIOR


Candidato à reeleição para a presidência da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), o prefeito de Lajes, Benes Leocádio (PMDB), fez críticas veladas ao prefeito Mossoró, Silveira Júnior (PSD), que disputará contra ele o comando entidade.

Após o registro da chapa adversária junto à Federação, para o pleito que ocorrerá no dia 15 de janeiro, Leocádio enfatizou, em entrevista à imprensa, que Silveira só filiou o município de Mossoró à Femurn em novembro do ano passado, após a vitória do governador Robinson Faria (PSD) na disputa estadual.

“O que causa estranheza é que, pelo tempo que temos de filiado – eu sou membro desde sua fundação – é que, após o pleito eleitoral deste ano, recebemos a filiação do colega nosso que pleiteia esse cargo.  Fez sua filiação em novembro e agora pleiteia essa representação maior. A gente respeita. Quem vota pode ser votado. 

Vamos para a avaliação de todos que fazem parte dessa entidade”, declarou.

Benes, que ainda não registrou sua candidatura á reeleição (o prazo vence neste sábado, 10), também fez um balanço da sua gestão. “A Femurn é uma entidade que vem crescendo na representatividade dos municípios do nosso estado. Quando assumi, tínhamos de 60 a 70 municípios filiados. Hoje, temos quase 160. É natural que qualquer filiado deseje ser o representante”, ponderou.

O peemedebista pontuou a redistribuição do ICMS para os municípios menores como grande marco da sua passagem à frente da entidade. “Temos uma luta travada a favor dos municípios. Conquistamos principalmente a Lei de redistribuição do ICMS, que trouxe ganhos para 148 municípios. Essa luta encapada pela Femurn foi assimilada pelos deputados, que aprovaram a lei e o governo sancionou. Isso vem ajudando os municípios a sobreviverem, principalmente no pagamento do piso dos professores”, avaliou.

O atual presidente ainda destacou o Diário oficial eletrônico para as prefeituras e Câmaras municipais. Disse que, para o próximo mandato, pretende promover a união dos gestores municipais. “A meta é continuar com a Femurn unida e autônoma, sem vinculação política”, afirmou.

Ele defendeu que o comando da Federação continue com representante de pequenos municípios. “A maioria das entidades representativas de municípios são administradas por representantes de cidades de pequeno porte, como Lajes, que tem menos de 15 mil habitantes. Não que os grandes não possam fazer. Eles somam com sua força. Dão estatura representativa à entidade e mostram a união dos gestores”, avaliou.

Leocádio tem como objetivo, caso vença a eleição, construir o prédio próprio da Femurn. Para tal conquista, ele disse que tem R$ 1 milhão em caixa.

Fonte: Portal no Ar
Por Allan Darlyson e Lara Paiva


Nenhum comentário :