terça-feira, 7 de abril de 2015

SERVIDORES MUNICIPAIS

 PLANEJAM PARALISAÇÃO


Servidores públicos municipais se reúnem hoje, às 9h, na sede social do Sindicato dos Servidores Públicos de Mossoró (Sindiserpum) para discutir uma data para uma parada de advertência em defesa do cumprimento do acordo feito com a Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) no ano passado. A categoria teme que o acordo não seja cumprido por causa do pacote de cortes anunciado pelo Executivo.
 
Marleide Cunha ressaltou que o decreto da PMM que suspendeu as horas extras e, consequentemente, diminuiu a renda de grande parte dos servidores. A sindicalista argumentou que o trabalhador efetivo não pode ser penalizado pelos gastos da gestão financeira do município.
 
"Acredito que se estamos em limite prudencial, a primeira coisa que tem que se cortar é o número de comissionados. Não admitimos que os cortes sejam em cima dos trabalhadores efetivos. Não descartamos a possibilidade de uma greve geral dos servidores, que pode vir se nossos direitos não forem acatados", afirmou a sindicalista.
 
Na ocasião, também será discutida a pauta da campanha salarial de 2015. Segundo a presidente do Sindiserpum, Marleide Cunha, os servidores públicos municipais, exceto os professores, não tiveram reajuste este ano. "No ano passado, acordamos com a PMM que a nossa data-base seria mudada de maio para março. Ou seja, neste mês deveríamos ter reajuste em nossos salários, mas a promessa não foi cumprida", explicou. Além da questão salarial, a categoria reivindica melhorias trabalhistas e a revisão do Plano de Cargos, Carreira e Salários.

Fonte: O Mossoroense 

Nenhum comentário :