quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

O QUE É TAXA DE CÂMBIO?

Carlos Escóssia


Podemos definir câmbio como sendo uma operação financeira que consiste em vender, trocar ou comprar valores em moedas de outros países ou papéis que representem moedas de outros países.

Para esse tipo de operação, são utilizados cheques, moedas propriamente ditas ou notas bancárias, letras de câmbio, ordens de pagamento, etc.

A taxa de câmbio representativa do preço, em moeda nacional, de uma unidade monetária estrangeira (divisa ou moeda estrangeira) é formada pela oferta e demanda dessa divisa, isto é, pelo mercado de câmbio, cujos agentes são: do lado da oferta, os turistas estrangeiros, os exportadores de bens e serviços, os receptores de investimentos externos e os tomadores de empréstimos e financiamentos do exterior; do lado da demanda, os turistas brasileiros, os investidores brasileiros no exterior, os importadores de bens e serviços, as empresas que repatriam investimentos externos ou pagam lucros e dividendos sobre eles e aquelas que amortizam ou pagam juros sobre empréstimos e financiamentos o exterior.

Entre esses dois pontos (oferta e demanda), estão os bancos autorizados a operar em câmbio, os quais intercediam à oferta e a demanda estrangeira dos clientes.

A atuação do Banco Central no mercado de câmbio se dá através das chamadas “dealers” (instituições financeiras credenciadas a operar diretamente com o governo na compra e venda de títulos públicos), os quais são escolhidos pelo critério de movimentação global com clientes e no mercado interbancário.

Os “dealers” têm participação obrigatória nos leilões realizados pelo Banco Central.

Nenhum comentário :